Normal view MARC view ISBD view

Locus de controlo e estatuto sociométrico em alunos com problemas de aprendizagem /

by Silva, Maria da Ressurreição Morais Monge da
Published by : FMH, (Lisboa :) Physical details: 149 p.[anexos]; 30 cm Subject(s): Educação especial | Dificuldade de aprendizagem | Sociometria | Insucesso escolar | Teste | Comportamento social | Mestrado Year: 1994
    average rating: 0.0 (0 votes)
Item type Location Collection Call number Copy Status Date due
Tese Tese Faculdade de Motricidade Humana
FMH-BIBLIOTECA
Tese M 105 (Browse shelf) 0 Apenas consulta local
Tese Tese Faculdade de Motricidade Humana
FMH-BIBLIOTECA
Tese M 106 (Browse shelf) 0 Available
Tese Tese Reitoria - SDP
SDP-Teses
Dissertações de mestrado ULisboa TM043 FMH EE11 1995 (Browse shelf) 3 Sem empréstimo

Rodrigues, David António - Orientador. Mestrado em Educação Especial. Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana. 1994

Pretendemos estudar numa amostra de alunos do 5° e 6° ano de escolaridade, combom e mau aproveitamento escolar as relações existentes entre locus de controlo e estatuto sociométrico, mediante a colocação de três questões? que analisamos e discutimos ao longo do estudo.

Para avaliar o estatuto sociométrico utilizámos o teste sociométrico, considerando unicamente as preferências dos alunos em dois contextos diferentes: trabalhos escolares e actividades ao ar livre. Para a determinação do locus de controlo utilizamos a escala IAR (Questionário de Responsabilidade de Realização Intelectual).

Ao relacionarmos o estatuto sociométrico dos alunos com o bom e mau aproveitamento escolar, constatamos que os alunos com bom aproveitamento escolar são mais preferidos do que os seus colegas com mau aproveitamento escolar, para a realização de trabalhos escolares. Não se verificaram diferenças dignas de destaque nas preferências recebidas por um e outro grupo na realização de actividades ao ar livre.

Quando relacionamos a orientação das crenças locus de controlo nas situações de bom e mau aproveitamento escolar, verificamos que ambos os grupos mostraram possuir crenças de controlo internas; que os alunos com bom aproveitamento escolar parecem atribuir com mais frequência o sucesso à sua competência e menos à facilidade da tarefa, à intervenção do professor ou a outros agentes, contrariamente, aos seus colegas com dificuldades. Ambos os grupos assumem-igualmente o fracasso das situações. atribuindo-o à sua maior ou menor capacidade de resolução da terefa.

Ao relacionarmos as crenças locus de controlo e o estatuto sociométrico em alunos com bom e mau aproveitamento escolar, verificamos uma ausência de relação entre a intercepção das três variáveis.

Este estudo pretende fundamentalmente lançar pistas de intervenção para os professores, que colocam em jogo o locus de controlo, associado a variáveis de personalidade e de situação, e as relações inter-pessoais dos alunos, como condições facilitadoras de sucesso académico.

Click on an image to view it in the image viewer


© 2012, Universidade de Lisboa
Todos os direitos reservados - All rights reserved
Languages: