Normal view MARC view ISBD view

Importância da avaliação da aptidão física

by Conde, João Carlos Martins
Published by : [s.n.] ([Cruz Quebrada]) Physical details: [85] p. il. 30 cm Subject(s): Aptidão física | Avaliação | Exercício físico | Fisiologia do esforço | Função cardio-respiratória | Ginásio | Relatório de estágio --2016 | Saúde Year: 2016
    average rating: 0.0 (0 votes)
Item type Location Call number Status Date due
Tese Tese Faculdade de Motricidade Humana
FMH-BIBLIOTECA
Tese M 3299 (Browse shelf) Available

Baptista, Maria de Fátima Marcelina - Orientadora. Mestrado em Exercício e Saúde, Ramo de Aprofundamento de Competências Profissionais. Universidade de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana. 2016

O presente relatório diz respeito às atividades realizadas no âmbito de um estágio no Health Club Virgin Active Oeiras (VAO), com incidência sobre a importância da avaliação da aptidão física aos utentes.
Este estágio decorreu ao longo do 2º ano de Mestrado em Exercício e Saúde da Faculdade de Motricidade Humana. Para além de uma descrição e reflexão sobre os métodos e procedimentos adotados no decorrer do estágio, este relatório tem como objetivo principal explorar questões relacionadas com a metodologia de avaliação física aos utentes neste clube de saúde, com vista à sua otimização. Perante isto, foram estudados os meios disponíveis para a operacionalização de um protocolo de avaliação que englobasse todas as componentes da aptidão física segundo as recomendações atuais, incluindo a vertente cardiorrespiratória que não era usualmente avaliada no clube.
De forma a atingir os objetivos pretendidos, o processo de sensibilização da direção do Clube foi realizado através da avaliação da aptidão cardiorrespiratória a 100 utentes iniciantes. Esta abordagem mostrou que 47% dos utentes iniciantes possuía uma aptidão cardiorrespiratória abaixo do razoável. Uma vez que esta análise era limitada, tendo em conta a elevada população que frequenta o clube, foram ainda abordados 150 utentes não iniciantes, através de uma campanha denominada “coração saudável”, na qual constou incluiu um “vale” para a realização de uma avaliação da aptidão cardiorrespiratória e um questionário. Este questionário refletiu que aproximadamente 70% dos utentes nunca tinha sido sujeito a uma prova de esforço já tendo frequentado outros clubes de saúde.
Outras abordagens aos utentes foram realizadas durante este processo, nomeadamente, a promoção de atividades de cariz cardiorrespiratório e a disponibilização e instrução quanto ao uso do cardio-frequêncimetro.
Este relatório refletiu a necessidade de um clube de saúde diferenciar-se não só pelas infraestruturas e atividades oferecidas, mas também pela informação e educação dos utentes relativamente à aptidão física relacionada com a saúde e ao impacto do exercício físico na qualidade de vida de quem o pratica.

Click on an image to view it in the image viewer


© 2012, Universidade de Lisboa
Todos os direitos reservados - All rights reserved
Languages: