Normal view MARC view ISBD view

A monitorização da carga de treino através da análise tempo-movimento e da perceção subjetiva do esforço, PSE, no futebol

by Celikkaya, Filipe Engin Neves
Published by : [s.n.] ([Cruz Quebrada]) Physical details: 94 p. 30 cm Subject(s): Bioquímica do exercício | Carga de treino | Fadiga | Futebol | Mestrado | Percepção Year: 2016
Online resources:
    average rating: 0.0 (0 votes)
Item type Location Call number Status Date due
Tese Tese Faculdade de Motricidade Humana
FMH-BIBLIOTECA
Tese M 3254 (Browse shelf) Available

Alves, Francisco José Bessone Ferreira - Orientador. Mestrado em Treino de Alto Rendimento. Universidade de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana. 2016

O objetivo do presente estudo foi verificar se existe variação dos parâmetros que caraterizam a atividade motora de jogadores de futebol em treino, obtidos através do Viper Software STATSports, ao longo de vários microciclos (MCs) integrando o período preparatório (PP) e o início do período competitivo (PC), assim como, averiguar a associação existente entre a variação destes parâmetros, MC a MC, e a Perceção Subjetiva do Esforço Sessão (PSE-sessão) respetiva, e verificar, ainda, se existe correlação entre estes parâmetros e a PSE, em cada MC do período considerado.
A amostra do estudo foi constituída por 13 jogadores (idade: 25 ± 1,78 anos) de futebol do sexo masculino a competir no escalão de Séniores da Associação Futebol de Setúbal. A recolha de dados ocorreu durante o PP (4 semanas) e o PC (4 semanas). Os jogadores incluídos no estudo cumpriram o único critério definido: a realização total das sessões de treino previstas. Os instrumentos utilizados durante o processo foram o sistema Viper (Viper Software v.1.2, STATSports), integrando um GPS 10 Hz, acelerómetro 100 Hz, cardiofrequencímetro e a escala de PSE adaptada por Foster.
Verificou-se elevada variabilidade no comportamento dos parâmetros no PP, mas não nos 3 últimos MCs já integrados no PC. Verificamos forte associação entre os parâmetros Distância Explosiva (r=0,762), Nº Esforços de Elevada Carga Metabólica (r=0,714), Nº Acelerações (r=0,714), Nº Desacelerações (r=0,762) e a PSE-sessão (p˂0,05). O parâmetro com maior potencial preditor de elevados valores da PSE-sessão é a Distância Explosiva (p˂0,001). Por fim, não encontramos uma associação regular entre os parâmetros e a PSE-sessão em cada MC. Os valores de PSE-sessão apresentados durante o estudo são semelhantes a valores apresentados em outros estudos no futebol profissional. Conclui-se que no PP ocorreu a variabilidade de todos os parâmetros e estabilização no PC da Distância Total, Distância de Elevada Carga Metabólica, Distâcia Explosiva, Nº Esforços de Elevada Carga Metabólica e PSE-sessão. A PSE-sessão depende dos parâmetros Distância Explosiva, Nº Esforços de Elevada Carga Metabólica, Nº Acelerações e Nº Desacelerações, i.e., as ações de elevada exigência metabólica e neuromuscular explicam a relação existente entre os parâmetros de carga e a PSE-sessão como indicador global de carga interna. A utilização do sistema Viper possibilita a recolha de parâmetros que descrevem as exigências fisícas a que os jogadores estão sujeitos e fornece informação fundamental para o planeamento do treino em conjunto com a recolha sistemática da PSE-sessão.

Click on an image to view it in the image viewer


© 2012, Universidade de Lisboa
Todos os direitos reservados - All rights reserved
Languages: