Normal view MARC view ISBD view

Preferência na dança segundo a experiência motora dos observadores

by Cabral, Lígia Thomé
Published by : [s.n.] ([Cruz Quebrada]) Physical details: XVI, 102 p. 30 cm + CD-ROM Subject(s): Bailarino | Dança | Mestrado | Observação --habilidade motora | Selecção de talentos Year: 2014
    average rating: 0.0 (0 votes)
Item type Location Call number Copy Status Date due
Tese Tese Faculdade de Motricidade Humana
FMH-BIBLIOTECA
Tese M 2980 (Browse shelf) Available
CD-ROM CD-ROM Faculdade de Motricidade Humana
FMH-Biblioteca Deposito
Tese M 2980 / CD-ROM (Browse shelf) Apenas consulta local
Tese Tese Reitoria - SDP
SDP-Teses
TM043 FMH PAD4 2014 (Browse shelf) 3 Sem empréstimo
CD-ROM CD-ROM Reitoria - SDP
SDP-Teses
RE 2591 (Browse shelf) 4 Sem empréstimo

Rodrigues, Luís Miguel Xarez - Orientador. Mestrado em Performance Artística, Dança. Universidade de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana. 2014

Esta investigação incide sobre as preferências demonstradas por observadores, com e sem experiência motora em dança, quando sujeitos à escolha de bailarinos, bailarinas e duetos do bailado “Coppélia” apresentado por quatro casts da Companhia Nacional de Bailado.
Este estudo analisa as semelhanças e diferenças das preferências dos 200 observadores que participaram neste trabalho em relação aos performers visionados, bem como as respetivas justificações, por eles dadas, nas referidas escolhas. Desta forma, pretende-se entender se existe alguma relação entre as escolhas dos observadores e perceber se a experiência motora em dança do observador indicará uma diferença na preferência destes. Pretendemos, de igual forma, apurar os termos utilizados para justificar as escolhas de cada grupo de observadores. Por outro lado, este estudo também pretende avaliar se existe maior coerência nas escolhas dos grupos com maior experiência motora em detrimento dos observadores sem experiência motora, significando uma maior objetividade por parte dos observadores experientes. Por último, procura-se relacionar as preferências e respetivas justificações do observador com a eventual relação empática que se estabelece entre o performer e o observador aquando da visualização da performance. O processo utilizado foi o de questionário sobre experiência em dança, visionamento de um vídeo, entrevista espontânea e questionário de resposta fechada para seleção das justificações da preferência. Esta amostra foi composta por 80 pessoas sem experiência motora em dança, 67 pessoas com experiência em ballet e 53 pessoas com experiência em dança sem esta ser em ballet.
Os resultados apontam para a preferência dos mesmos performers, independentemente da experiência motora do observador, havendo no entanto uma maior consistência de resultados para a eleição do menos preferido, em detrimento do preferido.

Click on an image to view it in the image viewer


© 2012, Universidade de Lisboa
Todos os direitos reservados - All rights reserved
Languages: