Normal view MARC view ISBD view

Co-digestão como solução para a valorização energética de resíduos de fruta e legumes

by Dias, Telmo Ricardo Duarte
Authors: Fragoso, Rita do Amaral--Orientadora | Universidade de Lisboa--Instituto Superior Agronomia--2014 Published by : ISA (Lisboa) Physical details: x, 52p. Il. 30cm. Subject(s): Engenharia do Ambiente --Mestrado --Portugal | Gestão de resíduos | Resíduos de fruta e legumes | Resíduos de pera rocha | Chorume de vacas leiteiras | Co-digestão anaeróbia | Portugal Year: 2014
    average rating: 0.0 (0 votes)
Item type Location Call number Copy Status Date due
Tese Tese Reitoria - SDP
SDP-Teses
TM043 ISA EAmb1 2014 (Browse shelf) 1 Sem empréstimo
CD-ROM CD-ROM Reitoria - SDP
SDP-Teses
RE 2750 (Browse shelf) 2 Sem empréstimo

Dissertação de mestrado.

Bibliografia - pp. 46-51p

Resumo - A gestão de resíduos urbanos biodegradáveis, em particular resíduos de frutas e legumes, deve passar pela adoção de soluções alternativas à deposição em aterro.
O objetivo deste trabalho foi a avaliação do potencial da co-digestão de chorume de vaca e resíduos de pera (armazenados durante 180 dias).
Ao longo de 126 dias monitorizou-se o desempenho de um reator de mistura completa (CSTR) com base na produção específica de metano (SMP) e na taxa de produção de biogás (GPR), variando-se o tipo e proporção dos substratos de alimentação. A proporção de licor de pera (1:4, v/v) variou durante as quatro fases de ensaio: 0, 25, 75 e 100%, sendo a carga orgânica de alimentação constante (1,1 ± 0,4 g SV L-1 d-1) e a temperatura (37  0,5 ºC).
Os resultados obtidos indicam o aumento da SMP relativamente ao obtido para a fase de digestão apenas com chorume de vaca. Assim, demonstrou-se que a adição do co-substrato conduziu à otimização do processo, contribuindo para uma gestão sustentável de dois fluxos de resíduos gerados na mesma região. Por outro lado, o armazenamento do puré de pera não levou a alterações das suas características que comprometessem o seu uso como co-substrato.

Abstract - There is a need for new strategies for biodegradable municipal waste management, particularly fruit and vegetable wastes, which reduce the accumulation of waste in landfill.
Co-digestion of pre-treated dairy cattle slurry (LS) with pear waste after a long storage period (180 days) was investigated. Pear waste liquid fraction (PLF) was tested in co-digestion with LS at four inclusion levels: 0, 25, 75 and 100%, keeping the organic loading rate around 1.1 ± 0.4 g SV L-1 d-1.
The effect of substrate type and inclusion level on gas production rate (GPR) and specific methane production (SMP) was evaluated in a completely mixed stirring tank reactor (CSTR), performed at 37  0.5ºC for 126 days. Results showed that progressive increase of PLF percentage as co-substrate improves SMP in comparison to single substrate.
On another hand, results showed that storing pear waste for long periods does not compromise AD performance. This is important as pear production is seasonal and storage will simplify the management of this co-substrate. Overall, it can be said that co-digestion of slurry and pear waste seams an interesting approach as a farm scale energy production and waste treatment solution at a regional level.

Referências bibliográficas - Dias, Telmo Ricardo Duarte - Co-digestão como solução para a valorização energética de resíduos de fruta e legumes. Lisboa: Universidade de Lisboa, Instituto Superior Agronomia, 2014. Dissertação de mestrado.

Click on an image to view it in the image viewer


© 2012, Universidade de Lisboa
Todos os direitos reservados - All rights reserved
Languages: