Normal view MARC view ISBD view

Acute and chronic effects of exercise in adults with Down syndrome

by Mendonça, Gonçalo Laima Vilhena de
Published by : [s.n.] ([Cruz Quebrada]) Physical details: XV, 246 p. 30 cm Subject(s): Adulto | Aeróbico | Anaeróbico | Doutoramento | Exercício físico | Fisiologia do esforço | Sindroma de Down Year: 2012
Online resources:
    average rating: 0.0 (0 votes)
Item type Location Collection Call number Copy Status Date due
CD-ROM CD-ROM Faculdade de Motricidade Humana
FMH-BIBLIOTECA
Tese D 557 / CD-ROM (Browse shelf) 0 Apenas consulta local
Tese Tese Faculdade de Motricidade Humana
FMH-BIBLIOTECA
Tese D 557 (Browse shelf) 0 Available
Tese Tese Reitoria - SDP
SDP-Teses
Teses de doutoramento ULisboa TD043 FMH MH15 2012 (Browse shelf) 3 Sem empréstimo
CD-ROM CD-ROM Reitoria - SDP
SDP-Teses
Teses de doutoramento ULisboa TD043 FMH MH15/A 2012 (Browse shelf) 4 Sem empréstimo

Pereira, Fernando Manuel da Cruz Duarte - Orientador ; Fernhall, Bo - Co-Orientador. Doutoramento em Motricidade Humana na especialidade de Ciências da Motricidade. Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana. 2012

Esta tese pretendeu explorar as adaptações fisiológicas agudas e crónicas de indivíduos com Trissomia 21 (T21) na resposta ao exercício físico. Em concreto, no domínio das adaptações agudas, compararam-se adultos com e sem T21 para variáveis inerentes à capacidade submáxima de exercício e de função autonómica. Seguidamente, estudou-se a eficácia de um programa de 12 semanas de exercício físico estruturado quanto à melhoria da função fisiológica de pessoas com e sem T21 (economia de esforço, consumo de oxigénio de pico [VO2pico] e função autonómica). Verificou-se que, embora a sua capacidade submáxima de exercício se caracterizasse por uma pobre economia de esforço, os adultos com T21 demonstraram uma cinética do VO2 comparável aos participantes sem T21. Os participantes com T21 também apresentaram uma atenuação no padrão de resposta cronotrópica face a modificações no equilíbrio simpatovagal decorrentes do exercício. Os resultados indicaram ainda um colapso das propriedades fractais do controlo da frequência cardíaca em situação de repouso, exercício e recuperação. Com igual relevância, os participantes com T21 expressaram um défice de recuperação cronotrópica após o esforço de pico. Finalmente, uma intervenção de 12 semanas de exercício físico combinado resultou em ganhos fisiológicos comparáveis entre adultos com e sem T21. Em conclusão, a presente dissertação apresenta evidências de uma pobre capacidade submáxima de exercício em adultos com T21. Mais ainda, os nossos achados sugerem que esta população apresenta sinais de uma possível disautonomia que é exacerbada pelo estímulo agudo do exercício físico. Apesar disto, uma intervenção pelo exercício físico estruturado parece exercer um impacto positivo e de igual magnitude na função fisiológica de indivíduos com e sem T21. Palavras-chave: Fisiologia do exercício; Trissomia 21; consumo de oxigénio; economia de esforço; cinética de oxigénio; capacidade funcional; função autonómica; variabilidade da frequência cardíaca; treino; condicionamento cardiovascular.

Click on an image to view it in the image viewer


© 2012, Universidade de Lisboa
Todos os direitos reservados - All rights reserved
Languages: