Normal view MARC view ISBD view

Modelação do sucesso :

by Massuça, Luís Miguel Rosado da Cunha
Published by : [s. n.], ([Cruz-Quebrada] :) Physical details: [514] p. + CD-ROM ; 30 cm Subject(s): Andebol | Atleta | Características morfológicas | Doutoramento | Fisiologia | Metodologia | Modelos | Psicologia | Selecção de talentos | Sexo masculino | Sucesso Year: 2010
Online resources:
    average rating: 0.0 (0 votes)
Item type Location Collection Call number Copy Status Date due
CD-ROM CD-ROM Faculdade de Motricidade Humana
FMH-BIBLIOTECA
Tese D 519 / CD-ROM (Browse shelf) 0 Apenas consulta local
Tese Tese Faculdade de Motricidade Humana
FMH-BIBLIOTECA
Biblioteca Didática Tese D 519 (Browse shelf) 0 Available
Tese Tese Reitoria - SDP
SDP-Reitoria
Teses de doutoramento ULisboa TD043 FMH MH8 2010 (Browse shelf) 3 Sem empréstimo
Tese Tese Reitoria - SDP
SDP-Reitoria
Teses de doutoramento ULisboa TD043 FMH MH8/A 2010 (Browse shelf) 4 Sem empréstimo

Fragoso, Maria Isabel Caldas Januário - Orientadora. Doutoramento em Motricidade Humana, na especialidade de Ciências do Desporto. Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana. 2010

O presente trabalho teve por objectivo analizar variáveis morfológicas, fisiológicas, psicológicas, técnico-tácticas e biossociais como predictoras de sucesso/rendimento em atletas de andebol do sexo masculino (n = 230, idades, 23.54 « 5.24 anos). Efectuaram- se trabalhos complementares que suportam as opções metodológicas adoptadas nos cinco estudos principais. Estes cinco estudos tiveram como objectivos estudar o poder discriminante das variáveis morfológicas (Estudo I — Capítulo III), fisiológicas (Estudo II — Capítulo IV), psicológicas (Estudo III — Capítulo V) e biossociais (Estudo IV — Capítulo VI) face a atletas de andebol de níveis diferenciados e, quando oportuno, a atletas de andebol de diferentes posições de jogo. O Estudo V (Capítulo VII) visou a construção dum modelo estatístico que permite predizer o sucesso de atletas do andebol. Os principais resultados revelam que no andebol, a participação individual parece ser optimizada quando estão presentes (individualmente) um conjunto de características morfológicas (Capítulo III), fisiológicas (Capítulo IV), psicológicas (Capítulo V) e biossociais (Capítulo VI), sendo evidente a relação entre cada uma destas famílias de variáveis com o nível competitivo e com posição de jogo dos atletas. Em complemento, o conhecimento produzido e aglutinado no Estudo V (Capítulo VII), possibilitou a construção de dois modelos de regressão em que a probabilidade de sucesso dos atletas de andebol pode ser determinada através de uma abordagem científica interdisciplinar: (i) modelo de atleta de andebol (G2 (7) = 123.179, P <0.001; ROC c = 0.948, P <0,001) e (ii) modelo do atleta de campo de andebol (G2 (7) = 105.117, P <0.001; ROC c = 0.970, P <0.001). Em conclusão, esperamos que os modelos apresentados possam ser utilizados para seleccionar praticantes de andebol com elevado potencial de rendimento, de forma económicamente vantajosa e metodológicamente simples.

Click on an image to view it in the image viewer


© 2012, Universidade de Lisboa
Todos os direitos reservados - All rights reserved
Languages: