1. A cidade termal : by Martins Jorge Manuel Mangorrinha Publication: Lisboa : FA, 2009 . 389 p. : , Orientador: Professor Doutor Leonel de Sousa Fadigas | Provas concluídas em Março de 2009 30 cm. Date:2009 Availability: No items available:

Actions:
No cover image available
2. A cidade termal : by Martins, Jorge Manuel Mangorrinha Publication: Lisboa : FA, 2009 . 1 CD-ROM , Orientador: Professor Doutor Leonel de Sousa Fadigas | Provas concluídas em Março de 2009 | Resumo: O urbanismo incorpora necessariamente uma análise sistémica e holística do território. Dada a especificidade das estâncias termais, considerando-as ecossistemas frágeis, por um lado, e agregadoras de funções diversificadas, por outro, desde 1934 que o planeamento urbanístico das termas portuguesas se confrontou com estes factores. O termalismo gera um tipo de vida assente em ritos. Esta ritualização obriga a uma diversidade de espaços, edifícios e paisagens, que, historicamente, foram necessários como suporte da actividade e configuram o presente património termal, físico e intangível. Os limitados resultados terapêuticos do termalismo português, face à evolução da farmacologia, e a popularização da costa marítima, como lugar mais aberto do que as termas, conduziram à massificação generalizada das práticas turísticas de «sol e praia», em especial nas mais recentes quatro décadas. Porém, nos últimos anos, outras formas de turismo têm nascido ou ressurgido, nas quais se inclui o turismo de bem-estar, que apresenta condições de excelência para que as localidades com estes recursos os considerem no seu desenvolvimento urbano. As cidades e estâncias termais, com as suas características próprias, são espaços de lazer que potenciam os fluxos turísticos e os serviços que globalmente as servem, e o seu papel passa pela adopção de estratégias de diversificação e complementaridade com características inovadoras e reflexos no urbanismo. Por isso, não se configuram pela soma de factores isolados, mas pela integração de oferta e procura e pela interacção de múltiplos agentes no conjunto do território. Elas possibilitam sinergias entre diferentes produtos, com rentabilidade sobre a base de economias sistémicas, buscando novos espaços de sociabilidade e encontro intercultural e arquitectura significante. | Abstract: Urban development must incorporate a holistic and systemic analysis of the territory. Bearing in mind the particular features of spas which, on the one hand, are considered fragile ecosystems and, on the other, bring together a variety of functions, these are factors that the urban planning of the Portuguese spas has been facing since 1934. Spas create a life style based in rites. This use of rites calls for a diversity of spaces, buildings and sceneries, which, historically, were necessary to support this activity, hence shaping the existing physical and intangible thermal heritage. The limited therapeutic results of the Portuguese spas, when compared with the development of pharmacology, and the fact that the sea coast, wider than the spas, became a more popular choice, led to the generalization of the touristic choice of «sun and beach», specially in the last four decades. However, in recent years, other types of tourism were born or revived. Here we find the well-being tourism, which presents excellent conditions to be taken into consideration in the urban planning by areas with these resources. Thermal cities, with their particular characteristics, are leisure spaces that stimulate touristic flows and the services that generally follow. Its role depends on the adoption of diversification and complementary strategies with innovative characteristics and with an impact in the urban development. They are not shaped by the sum of isolated factors, but by the combination of supply and demand and by the interaction of multiple agents in the whole territory. They allow for synergies of different products, with profit based on systemic economies, searching for new spaces to socialize and to have a gathering of different cultures, as well as relevant architecture. Date:2009 Availability: No items available:

Actions:
No cover image available
3. A cidade termal : by Martins, Jorge Manuel Mangorrinha Publication: Lisboa : FA, 2009 . 1 CD-ROM , Orientador: Professor Doutor Leonel de Sousa Fadigas | Provas concluídas em Março de 2009 Date:2009 Availability: No items available:

Actions:
No cover image available
4. À volta das termas : by Martins, Jorge Manuel Mangorrinha Publication: Caldas da Rainha : Nova Galáxia, 2002 . 411 p. : 25 cm Date:2002 Availability: No items available:

Actions:
5. Álbum das termas = by Pinto, Helena Gonçalves, e outros Publication: Caldas da Rainha : Assirio & Alvim, 2003 . 195 p. : 25 cm Date:2003 Availability: No items available:

Actions:
6. O desenho das termas : by Pinto, Helena Gonçalves, e outro Publication: [Lisboa] : tip. Artes Gráficas, 2009 . 2 vol. : 30 cm Date:2009 Availability: No items available:

Actions:
7. O desenho das termas : by Pinto, Helena Gonçalves, e outro Publication: [Lisboa] : tip. Artes Gráficas, 2009 . 2 vol. : 30 cm Date:2009 Availability: No items available:

Actions:
8. Mostra a Bilha [catálogo da exposição] /   Publication: Caldas da Rainha : Museu de Cerâmica, 2003 . pag. var. : , Exposição realizada no Museu de Cerâmica de 23 de Agosto a 12 de Outubro 2003 22 cm Date:2003 Availability: Copies available: Faculdade de Arquitectura (1),

Actions:
No cover image available
9. Caldas da Rainha : by Martins, Jorge Manuel Mangorrinha Publication: [Lisboa : s.n.], 2005 . 149-156 p. ; , Separata da Revista de Administração Local, nº206 (Mar.-Ab.) 2005 21 cm Date:2005 Availability: No items available:

Actions:
No cover image available

© 2012, Universidade de Lisboa
Todos os direitos reservados - All rights reserved
Languages: