Normal view MARC view ISBD view

Ocorrência de parasitas gastrointestinais em dois grupos de Chinchilla lanigera no norte de Portugal

by Teixeira, Rita Sofia Dias
Authors: Ferraz, Joel Tsou --Orientador | Carvalho, Luís Manuel Madeira de --Orientador | Universidade de Lisboa--Faculdade de Medicina Veterinária--2013 Published by : FMV (Lisboa) Physical details: viii, 48p. Il. 30cm. Subject(s): Medicina Veterinária --Mestrado --Portugal | Chinchila | Giardia | Parasita | Prevalência | Zoonose | Portugal Year: 2013
Online resources:
    average rating: 0.0 (0 votes)
Item type Location Call number Copy Status Date due
Tese Tese Faculdade de Medicina Veterinária
FMV-Bib. Deposito
(Dep.) Est.E DM 2013 TEI (Browse shelf) 2 Apenas consulta local
Tese Tese Reitoria - SDP
SDP-Teses
TM043 FMV MV81 2013 (Browse shelf) 1 Sem empréstimo

Tese de mestrado.

Bibliografia: 38-41.

Resumo: As chinchilas são roedores originários da América do Sul cuja presença no mercado dos animais domésticos tem aumentado nos últimos anos. Apesar de poderem albergar vários parasitas zoonóticos (Giardia duodenalis, Cryptosporidium sp. e Rodentolepis nana), pouco se sabe sobre o seu real impacto na saúde pública. Este estudo teve como objetivo avaliar a prevalência destes parasitas em chinchilas em território português, identificar os fatores de risco e a sensibilidade das técnicas utilizadas na sua deteção.
Foram recolhidas um total de 44 amostras de fezes de chinchilas pertencentes a dois grupos, que foram analisadas segundo as técnicas de exame direto através de esfregaço fecal, flutuação passiva com sulfato de zinco e flutuação centrifugada com sulfato de zinco e solução de Sheather. Na análise estatística foi utilizado o teste de Fisher para procurar associações entre os resultados obtidos e diferentes variáveis.
Foi identificada a presença de Giardia sp. em 35,2% (IC 95%: 18,7%-54,6%) das amostras do grupo A e 92,3% (IC 95%: 65,8-99,6%) no grupo B, não tendo sido observadas formas de Cryptosporidium sp., Rodentolepis nana ou outros parasitas em nenhuma das amostras. Não foram encontradas associações estatisticamente relevantes entre a prevalência e o tipo de amostra (conjunta ou individual), o número de indivíduos por jaula ou o sexo (p>0.05), mas sim entre a prevalência e o grupo etário, revelando os animais mais jovens uma maior suscetibilidade à infeção (p<0,05). Também as fêmeas gestantes/pós-parto parecem estar mais predispostas à ocorrência de giardiose, apresentando cargas parasitárias mais elevadas, apesar de não ter sido encontrada uma diferença estatisticamente relevante (p>0,05).
Entre as técnicas avaliadas, o exame direto revelou-se a técnica mais eficaz para o diagnóstico de giardiose em chinchilas, permitindo a avaliação da carga parasitária existente; cargas parasitárias acima de 2 quistos/campo são consideradas excessivas e, nesta situação, o animal deve ser desparasitado para prevenir eventuais episódios de giardiose. O exame direto deve também ser utilizado em estudos de prevalência de Giardia sp. nesta espécie de hospedeiro, já que as técnicas de flutuação resultam em falsos negativos associados a amostras com cargas parasitárias inferiores a 0,3 quistos/campo (p<0,05).

Abstract: Chinchillas are rodents native from South America that have been increasingly used as pets in the past years. Although these animals can harbour some species of zoonotic parasites (Giardia duodenalis, Cryptosporidium sp. and Rodentolepis nana), very little is known about its real effect on public health. Therefore, the objective of the present study was to evaluate the prevalence of the fore mentioned parasites in chinchillas in Portugal, to identify risk factors and to evaluate the sensibility of different techniques regarding the detection of these parasites.
A total of 44 samples of chinchilla faeces were collected from two distinct groups. These samples were examined using direct wet faecal smear, faecal flotation with zinc sulphate and centrifuged flotation with both zinc sulphate and Sheather’s sugar solution. Fisher’s exact test was used to evaluate statistical association between obtained results and other variables.
Giardia sp. was found in both groups, being the only parasite identified in this study, with no records of Cryptosporidium sp. or R. nana. The prevalence of Giardia sp. was 35,2% (CI 95%: 18,7%-54,6%) in group A and 92,3% (CI 95%: 65,8-99,6%) in group B. No statistical association was found between prevalence and individual or group samples, group size per cage or gender (p>0,05). There was however a significant difference regarding prevalence between age groups, with a higher infection rate among young animals (p<0,05). Although no statistical significant difference was found (p>0,05), pregnant/post-partum females also showed greater predisposition to giardiasis, exhibiting a higher parasite load.
Among the evaluated coprologic methods, the direct wet smear revealed to be the most effective technique for the diagnosis of giardiosis in chinchillas, allowing evaluation of the existing parasite load. Parasite burdens greater than two cysts/field are considered to be excessive and affected animals should be treated against Giardia sp. to prevent impending episodes of giardiosis. The direct wet smear should also be used in Giardia sp. prevalence studies in this species, as false negatives may occur in flotation techniques whenever parasite loads are as low as 0,3 cysts/field (p<0,05).

Referências bibliográficas: Teixeira, Rita Sofia Dias - Ocorrência de parasitas gastrointestinais em dois grupos de Chinchilla lanigera no norte de Portugal.Lisboa:Universidade de Lisboa.Faculdade de Medicina Veterinária.2013.

Click on an image to view it in the image viewer


© 2012, Universidade de Lisboa
Todos os direitos reservados - All rights reserved
Languages: