Normal view MARC view ISBD view

Caracterização do parasitismo de ungulados silvestres e aspectos da sua epidemiologia na Tapada Nacional de Mafra, Concelho de Mafra, Portugal

by Santos, Diogo João Franco dos
Authors: Soares, Jorge Francisco--orient. | Carvalho, Luís Manuel Madeira de--co-orient. | Universidade de Lisboa--Faculdade de Medicina Veterinária Published by : FMV (Lisboa) Physical details: XVI, 86 p. il. 30 cm Subject(s): Medicina veterinária --Mestrado | Fasciola hepatica | Gamo | Javali | Nemátodes | Coprologia | Veado | Portugal --Mafra Year: 2013
Online resources:
    average rating: 0.0 (0 votes)
Item type Location Call number Copy Status Notes Date due
Tese Tese Faculdade de Medicina Veterinária
FMV-Bib. Deposito
(Dep.) Est.E DM 2013 SAN (Browse shelf) 1 Apenas consulta local
Tese Tese Faculdade de Medicina Veterinária
FMV-Bib. Deposito
(Dep.) Est.E DM 2013 SAN (Browse shelf) 2 Apenas consulta local Suporte multimédia (CD-ROM)
Tese Tese Reitoria - SDP
SDP-Teses
TM043 FMV MV67 2013 (Browse shelf) 1 Sem empréstimo

Jorge Francisco Soares ; Luís Manuel Madeira de Carvalho - Orientadores. Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária. Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária. 2013

Inclui bibliografia (p. 78-86) e índice

O estudo e o conhecimento das doenças que afectam as espécies silvestres cada vez
ganham mais relevância, não só pela manutenção de um bom estado sanitário destas
populações mas também pelo potencial zoonótico.
O estudo foi composto pelo acompanhamento do acto venatório de gamos (n = 17) e de
javalis (n = 9), bem como pela colheita mensal de fezes de populações de veado (n = 1), de
gamo (n = 7) e de javali (n = 3) durante o período de um ano. Nos animais caçados foi
efectuada a pesquisa de ectoparasitas e endoparasitas gastrointestinais, pulmonares e
hepáticos, bem como a coprologia dos mesmos. Nas populações foram efectuados os testes
de flutuação de Willis, McMaster e coprocultura para nemátodes gastrointestinais,
sedimentação simples e McMaster modificado para Fasciola hepatica, esfregaço fecal para
Cryptosporidium nos cervídeos e Baerman para determinação de nemátodes pulmonares.
Nos gamos caçados foram detectados as espécies Oesophagostomum venulosum (12,5%)
e Oe. radiatum (6,25%), Spiculoteragia asymmetrica (11,76%), S. mathevossiani (5,88%),
Spiculopteragia spp. (5,88%), Fasciola hepatica (76,47%) e Ixodes ricinus (88,24%). Nos
javalis caçados foram detectadas as espécies Ascarops strongylina (22,22%),
Oesophagostomum spp. (12,5%), Metastrongylus spp. (11,11%), M. pudendotectus
(11,11%), M. salmi (44,44%), M. elongatus (11,11%), Fasciola hepatica (55,56%),
Hyalomma lusitanicum (77,78%) e Rhipicephalus sanguineus (11,11%). No veado foram
obtidos dois espécimes de Trichuris spp.
Nas análises coprológicas verificou-se a presença de nemátodes gastrointestinais em todas
as populações, não tendo existido evidência de uma dinâmica anual de excreção tal como
existe nos animais domésticos. Nos gamos, o teste de Baerman detectou L1 de
Dictyocaulus, Protostrongylus e Muellerius em todas as populações excepto G3 onde só
foram identificados os dois últimos géneros referidos. O último género referido é a primeira
vez que é assinalado em gamos na Europa. Nos javalis verificou-se a presença de ovos com
L1 de Metastrongylus nas três populações estudadas.
A pesquisa de Cryptosporidium foi positiva em apenas duas amostras das populações (2,5%
do total das amostras), sendo uma de veado e outra de gamo revelando um decréscimo
muito acentuado em relação ao último estudo realizado na Tapada Nacional de Mafra (TNM)
por Bruno de Sousa em 2001.
Fasciola hepatica continua a ser a maior preocupação sanitária nas populações de
ungulados da TNM, estando presente em todas as populações, tendo no entanto maior
relevância nos gamos. A combinação da técnica de sedimentação simples com o McMaster
modificado, permitiu não só um melhor diagnóstico de Fasciola hepatica como ainda a
quantificação da eliminação de ovos.

ABSTRACT - The study and knowledge of diseases affecting wild species has become increasingly more
important, not only for maintaining a good health status of these populations but also for their
zoonotic potential.
The research was composed by monitoring the deer (n = 17) and wild boars (n = 9) hunting
and faeces sampling collecting of red deer populations (n = 1), fallow deer (n = 7) and wild
boar (n = 3) during the period of one year. In the hunted animals was performed a collection
of ectoparasites and gastrointestinal, pulmonary and liver endoparasites, as well as
coprology. In populations Willis flotation, McMaster and faecal cultures for gastrointestinal
nematodes, simple sedimentation and modified McMaster to Fasciola hepatica, fecal smears
for Cryptosporidium in cervids and Baerman for determination of lung nematodes were
conducted.
The species detected in hunted deer were Oesophagostomum venulosum (12,5%) and Oe.
radiatum (6,25%), Spiculoteragia asymmetrica (11,76%), S. mathevossiani (5,88%),
Spiculopteragia spp. (5,88%), Fasciola hepatica (76,47%) and Ixodes ricinus (88,24%). The
species detected in hunted wild boars were Ascarops strongylina (22,22%),
Oesophagostomum spp. (12,5%), Metastrongylus spp. (11,11%), M. pudendotectus
(11,11%), M. salmi (44,44%), M. elongatus (11,11%), Fasciola hepatica (55,56%),
Hyalomma lusitanicum (77,78%) and Rhipicephalus sanguineus (11,11%). In the red deer
were collected two specimens of Trichuris spp.
In faecal analysis the presence of gastrointestinal nematode in all populations was
confirmed; however there was not an evidence of an annual dynamic for egg shedding
excretion as found in domestic animals. In fallow deer, the Baerman test detected L1 of
Dictyocaulus, Protostrongylus and Muellerius in all populations except G3 where were
identified only the last two mentioned genus. The last genus was reported for the first time in
fallow deer in Europe. In wild boars eggs with L1 larvae of Metastrongylus were observed.
Cryptosporidium was positive in only two population samples (2,5% os total samples) being
one of red deer and the other of fallow deer revealing a very sharp decrease since the
previous study conducted in the Tapada Nacional de Mafra (TNM) by Bruno de Sousa in
2001.
Fasciola hepatica remains the biggest health concern in the TNM ungulates, because it is
present in all populations, however having greater relevance in fallow deer. The combination
of simple sedimentation technique with the modified McMaster helped in better diagnosis of
Fasciola hepatica, and allowed a better quantification of the egg shedding.

Click on an image to view it in the image viewer


© 2012, Universidade de Lisboa
Todos os direitos reservados - All rights reserved
Languages: